Quando a fé encontra a tecnologia, eis o app oficial do Santo Sudário

Estávamos fora do ar nesses últimos dias, melhor dizendo, estávamos literalmente no ar, em viagem. Em razão disso pecamos com os nossos leitores, e deixamos o blog desguarnecido de posts. E para a nossa sagrada remissão, nada mais apropriado que comentar sobre um app diretamente ligado a uma das maiores relíquias do mundo cristão.

Trata-se do Shroud 2.0 , aplicativo oficial do Santo Sudário. Veja só, até pra isso “there is an app for that”.

“O Sudário de Turim, ou o Santo Sudário é uma peça de linho que mostra a imagem de um homem que aparentemente sofreu traumatismos físicos de maneira consistente com a crucificação. 1 O Sudário está guardado na Catedral de Turim, na Itália, desde o século XIV.2 Pertenceu desde 1357 à casa de Saboia que em 1983 o doou ao Vaticano. 3 A peça é raramente exibida em público,4 a última exposição foi no ano 2010 quando atraiu mais de 50 mil fiéis. 5 O Sudário é um dos acheiropoieta (grego bizantino: “não feito pelas mãos”) 6 e vários cristãos acreditam que seja o tecido que cobriu o corpo de Jesus Cristo após sua morte. 7 A imagem no manto é em realidade muito mais nítida na impressão branca e negra do negativo fotográfico que em sua coloração natural. 8 A imagem do negativo fotográfico do manto foi vista pela primeira vez na noite de 28 de maio de 1898 através da chapa inversa feita pelo fotógrafo amador Secondo Pia que recebeu a permissão para fotografá-lo durante a sua exibição na Catedral de Turim.” Wikipedia

Mesmo não comungando de extrema devoção católico religiosa, esse aplicativo foi mais que uma agradável surpresa, ele realmente é digno de atenção e convém uma boa explorada.

Ao ser executado, o app levou algum tempo em sua inicialização, parecia que ia acontecer algum bug, mas ao final se inicializou corretamente. O mencionado app possui um layout interessante e oferece diversas opções para serem exploradas, tudo dentro de um conteúdo interativo que realmente agrega valor para a experiência do usuário.

Uma das propostas do app é propiciar a contemplação desse objeto tão famoso e ao mesmo tempo tão secreto. Ter o privilégio de acessar a imagem per si é uma experimentação única, pois independentemente do credo é uma peça envolta em um mistério digno de um livro de Dan Brown.

O app foi desenvolvido pela Haltadefinizione, cuja especialidade é integrar arte a imagens de alta definição, fundindo cultura à alta tecnologia. O trabalho ficou sensacional e recomendamos o download do app e também olhar as obras de artes que já foram trabalhadas pela equipe da Haltadefinizione.

Baixe-o agora mesmo, pois ele está de graça. Não será necessário pagar dízimo ou efetuar uma cruzada para estar um pouco mais próximo do céu.

Ainda que tenha outras crenças, esse app impressiona e vale o download.

É fantástico observar essa aproximação entre a fé e a tecnologia. Ao longo das eras o progresso, muitas vezes, não foi bem recebido pela religião, e por isso, esse alinhamento renova toda a perspectiva sobre o assunto. E esse não é um caso isolado.

Link do download