iPhone 8 só em novembro

Se você está com empolgação para manusear o seu futuro novo iPhone 8, pode freiar essa vontade.

De acordo com fontes diversas, principalmente de analistas de mercado e fornecedores, a Apple está enfrentando toda sorte de situações para produzir os seus aclamados dispositivos móveis.

O cenário está tão desafiador que a Maçã ofereceu um leasing camarada de maquinários aos seus parceiros, tudo na tentativa de contornar uma série de problemas nas linhas de produção.

“O leasing é um contrato denominado na legislação brasileira como “arrendamento mercantil”. As partes desse contrato são denominadas “arrendador” e “arrendatário”, conforme sejam, de um lado, um banco ou sociedade de arrendamento mercantil e, de outro, o cliente. O objeto do contrato é a aquisição, por parte do arrendador, de bem escolhido pelo arrendatário para sua utilização. O arrendador é, portanto, o proprietário do bem, sendo que a posse e o usufruto, durante a vigência do contrato, são do arrendatário. O contrato de arrendamento mercantil pode prever ou não a opção de compra, pelo arrendatário, do bem de propriedade do arrendador.”

Ao que os ventos indicam, as novas máquinas tem uma montagem de componentes bem complexas e diversas empresas que produzem e montam os i-devices recuaram em suas perspectivas de produção diante da pequena margem de lucro e altíssimo custo operacional. Foi necessária a intervenção auspiciosa da Maçã.

As notícias convergem no sentido de que o iPhone 8 não será entregue antes do mês de novembro desse ano. Então, para aqueles que anseiam por viajar em decorrência do lançamento do produto, não comprem ainda os seus bilhetes aéreos.

E você, quais são as suas perspectivas em relação à data de lançamento do iPhone da década?

Force Touch no iPhone 6S, a Bloomberg diz que sim!

O Force Touch é um novo recurso que funciona incrivelmente bem e pode ser encontrado no Apple Watch. Não se trata apenas de uma mera vibração de resposta ao comando, é bem mais que isso. É uma comunicação viva entre o device e o usuário, pois o retorno do sistema é dado observando-se a intensidade da pressão feita.

Para o Apple Watch, por ter uma tela muito pequena, essa é uma ferramenta essencial, pois contorna essa limitação, tornando a interação com o produto bem completa.

Ao longo de nossa experiência com o Watch OS fomos tomados de empatia com o hábito de pressionar com mais firmeza para executar algum comando no nosso relógio, que hoje não saberíamos fazer diferente.

O novo MacBook e novo MacBook Pro Retina 15 também possuem esse novo recurso, que funciona com uma precisão incrível, causa uma sensível admiração, contudo é um utensílio que nestes computadores, tão ricos de opções interativas, com o melhor track pad do mundo, não se faz tão necessário, pelo menos numa análise superficial, e de gente usando o mouse… 😁

E vamos para a novidade:

De acordo com a Bloomberg, os novos iPhones que serão lançados ainda este ano, contarão com o Force Touch também! Não sabemos como vai funcionar, em que ponto da tela poderá ser usado, ou se será em toda a superfície do ecrã. De qualquer sorte, programações ocultas achadas no futuro iOS 9 indicam que será um novo instrumento na próxima geração do iPhone.

Rumores sobre o iOS 9, mudança de fonte e algumas pequenas novidades

Enquanto a WWDC 2015, a se realizar no mês de Junho, não chega, nós temos alguns boatos sobre modificações pontuais no iOS 9.

Uma das especulações do mundo Apple, essa ventilada pela 9to5Mac, sobre o futuro sistema operacional móvel da Apple diz que ele vai alterar as fontes. O iOS 9 poderá trocar a sua atual fonte, a “Helvetica Neue” pela fonte usada no sistema do Apple Watch, a “San Francisco”.

A fonte “Helvetica Neue” vem acompanhando o iPhone desde o iOS 7 e também está no OS X Yosemite. É incrível como uma mudança de fonte pode alterar completamente a perspectiva visual do usuário.

Lembrando que Steve Jobs cursou caligrafia e era um dos ardorosos defensores da importância do uso de fontes bonitas para a interface gráfica dos sistemas operacionais. Aliás, o ponto de vista dele provou estar correto, e o apelo visual nas fontes se tornou mais sofisticado do que já era até a época de Jobs.

Outros pequenos detalhes aguardados:

Nova tela de bloqueio:

A “lock screen” será melhorada. Algumas posições de notificações serão dispostas de forma diferente. Acesso mais direto para alguns apps.

Mais opção de ajustes e customizações:

Para muitos essa é uma das maiores limitações de um iPhone sem jailbreak. Não sabemos do que se trata esse suposto melhoramento. Talvez alguma opção de cor ou tema.

Fechar todas as janelas com apenas um comando:

Alguns acreditam que finalmente será implementada uma sonhada função, de fechar todas as janelas com um simples comando! Namorados ciumentos, ou desconfiados, que bisbilhotam as janelas aproveitem enquanto podem, os seus dias de bisbilhotice nas janelas alheias podem estar no fim.

A maior mudança não deverá ser visual, mas sim “interna”:

Já era ventilado há tempos que o iOS 9 deverá receber muitos consertos, alterações na sua programação. Acredita-se que o novo sistema está sendo lapidado pra resgatar a tradição do iOS, de ser livre de bugs e extremamente fluído, coisa que deixaram a peteca começar a cair desde o iOS 7… Até então usuário de iPhone nem sabia o que era bug…

A Apple tem investido muito no sigilo e segurança de dados, então podemos expectar relativos avanços na salvaguarda de informações digitais e mecanismos de proteção, algo que certamente vai conferir uma maior respeitabilidade e atrair o iPhone mais para os parceiros corporativos.

Portanto, preparem-se para um sistema de poucas mudanças visuais, mas “por dentro” um sistema novamente sólido e impecável como um diamante.

Ming-Chi Kuo faz as suas previsões para o novo iPhone 6S, ou iPhone 7

O analista Ming-Chi Kuo tracejou as possíveis configurações do iPhone a ser lançado ainda este ano, cujo nome ainda não sabemos, mas poderá ser iPhone 7 ou iPhone 6S:

Force Touch, nos moldes do Apple Watch, e de igual maneira, poderá ser um dos gargalos na cadeia de produção do produto. O Force Touch certamente vai enriquecer a experiência do usuário, que desfrutará de novas formas de interagir com o seu precioso;

Tela de 4,7 e 5,5 polegadas, o tamanho deverá se manter igual,  e com a mesma resolução do modelo atual. Os rumores a respeito de um novo modelo com 4 polegadas se enfraqueceram;

Nova opção de cor, ouro rosa, semelhante ao do Apple Watch Edition;

Câmera traseira de 12 MP. A principal câmera do iPhone conta hoje com uma lente de 8 MP, e é uma possibilidade que a Apple coloque duas lentes na traseira. Há não muito tempo a Maçã adquiriu empresa pioneira nessa área;

Novo microfone, será adicionado um microfone, extra, perto do alto-falante para melhorar a qualidade da voz;

Processador A9, 2GB de RAM. Existem rumores que a Apple iria colocar no novo dispositivo um processador A9 atualizado, com 2GB. Se isso acontecer, finalmente uma das preces dos usuários finalmente se realizaria, mais RAM para o iPhone. Lembrando que o aparelho funciona bem com apenas 1 GB de RAM, tão bem quanto os Androids com 2GB e 4GB;

Novo material revestindo os iPhones, Alumínio série 7000, o mesmo do Apple Watch. A Apple parece que vai tornar o novo iPhone menos suscetível ao entortamento;

Leitor digital vai ser melhorado (mais ainda?), tudo em prol do Apple Pay;

Controle por gestos. O novo modelo poderá contar com um controle por gestos, e se espera que seja algo similar com o futuro controle da Apple TV, que ainda deverá ser lançada, provavelmente na Conferência da Apple no mês de Junho;

Vidro de safira? Em alguns modelos? Não circulam notícias evidenciando que a Apple teria resolvido o problema da produção em massa de safira, o suficiente para produzir telas para todos os seus iPhones. E ainda existe os problemas decorrentes do uso da safira…

Ainda de acordo com a fonte, a produção em massa começará no final de agosto. Ele estima que poderão ser produzidos de 80 a 90 milhões de unidades, com uma proporção de 2:1, modelos 4,7 polegadas e 5,5 polegadas, respectivamente. Acreditamos que essa estimativa é improvável, pois não haverá produto suficiente para concretizar essa previsão.

E você o que gostaria que fosse melhorado?

Fonte: MacRumors

Um conceito de iPhone 7, sem “O Botão”

Se existem características marcantes no iPhone, uma delas é aquele botão circular solitário, “Home Screen Button”, praticamente essencial no iPhone, que hoje é abrigo para a função do leitor de digitais também.

Esse botão é tão usado que tem pessoa que transfere a tarefa para uma solução alternativa, por meio da opção “Ajustes” – “Acessibilidade” – “Assistive Touch”. Pronto, agora passa a existir um botão na tela, antes mesmo do iPhone 7. Nós podemos ser exemplo disso, e o hábito se tornou tão copioso que até é possível esquecer da existência de um botão físico.

De volta ao conceito, a especializada alemã Computer Bild desviou um pouco o foco do Apple Watch para o nosso querido iPhone, finalmente, com desenhos imaginados para o próximo iPhone 7 ou iPhone 6S.

O que notamos a partir das fotografias é que o referido botão deixa oficialmente de ser físico e torna-se um comando dado da própria tela do iPhone.  Há muito tempo se especula que a Apple poderia estar cogitando a possibilidade de colocar o leitor de digital na tela do iPhone, e se isso acontecesse, por que não levar o “Home Screen Button” junto? Nesse sentido também existem algumas patentes.

Observando as imagens com atenção nota-se que o designer está antenado nas possíveis mudanças, pois alguns rumores indicam o uso simultâneo de duas lentes de fotografia para o próximo iPhone. Outra mudança conceitual, sonhada por muitos fãs da Maçã, é a traseira com uma maça brilhante, tal como acontece nos MacBooks Pro Retina e que foi retirada no novo “MacBook Air Retina” de 12 polegadas.

Confira abaixo mais imagens:

Curtiu? Comente!

Fonte: Computer Bild