Alerta vermelho: bluetooth do iOS

Bom dia Leitoras e Leitores! Hoje vamos comentar sobre algo que poucos sites estão noticiando. Trata-se de um pequeno problema que incomoda muito, na conectividade do bluetooth dos iPhones que rodam o iOS nas centrais multimídia dos carros.

Esse celeuma parece ter se iniciado com o iOS 9, e apesar da atualização ter um papel de solucionar bugs, o iOS 10 tem chamado a atenção por também apresentar problemas de incompatibilidade entre a Central Multimídia e o bluetooth dos dispositivos da Apple.

Em alguns veículos a central não consegue sequer se conectar com os iPhones. Os relatos também falam de problemas ao tocar músicas, quedas de conexão. E mesmo casos pequenos, estes se mostram espinhosos, alguns aparelhos não reproduzem corretamente a mensagem de som do WhatsApp e durante as conversas telefônicas por bluetooth ocorre uma queda repentina no áudio recebido.

E se na parábola romana Androcles retirou o espinho da pata do leão, o espeto desse bug mencionado ainda está incomodando os ferozes consumidores da Maçã, um problema até o momento sem previsão de solução.

A frota de veículos no Brasil ainda é composta majoritariamente por automóveis desprovidos de centrais multimídia com bluetooth, talvez por isso esse transtorno não esteja chamando tanta a atenção em nosso país.

Brisas de rumores dão a entender que os iPhones 7 / Plus estariam com esse “defeito” de forma ainda mais saliente. A montadora BMW já se pronunciou oficialmente sobre o assunto, da mesma forma Honda, em sua conta oficial de Twitter, reconhecendo a existência de uma situação técnica a ser resolvida. Essa dificuldade tem sido reportada também por proprietários de automotores de outras marcas.

Seria o bluetooth gate? Esperamos que não e que isso possa ser contornada com atualizações de software, sem necessidade de recalls ou quaisquer outras medidas mais drásticas.

E o seu bluetooth, vai bem?

Anúncios

Volkswagen adere ao Apple Watch

Ainda nem acabamos de babar naquele post sobre o controle remoto do carro da Tesla e a Volkswagen acaba de anunciar a sua adesão ao mundo do Apple Watch, que oferecerá no relógio da Maçã todas as funções existentes num app de controle remoto da empresa. O aplicativo em questão é o VW Car-Net, ele é capaz de executar à distância um série de comandos nos veículos da montadora alemã.

Por intermédio desse aplicativo os donos de veículos VW poderão diretamente do pulso, localizar o veículo no estacionamento, utilizar computador de bordo, receber avisos de alerta, travar e destravar portas, teto solar, acender faróis, até dar aquela buzinada marota… É um bom começo, mas trata-se praticamente de uma portabilidade, iPhone para Apple Watch.

O VW Car-Net para iPhone já está disponível para alguns modelos de 2014, Beetle, CC, Eos, Jetta, Passat e Tiguan, e também estará em 2015 no Golf GTI, Golf R, Golf SportWagen e modelos e-Golf.

Não sabemos ainda quando essas novidades chegarão nos modelos comercializados em Angola, Portugal, Moçambique e no Brasil, ou se já estão disponíveis, mas disponibilizamos o link do app para os felizes proprietários de carros da Volks fazerem os seus próprios testes.

http://vwcarnet.com

Fonte: iClarified https://www.uber.com/pt/

Vídeo do Tesla Model S sendo controlado por um Apple Watch

Elon Musk, o CEO da Tesla Motors, é muito comparado ao co-fundador da Apple, Steve Jobs. E não é a toa, ambos compartilham um perfil sensacionalmente visionário. Essa empresa fundada em 2003 pelos engenheiros Martin Eberhart e Marc Tarpenning já se tornou uma referência mundial, não apenas no segmento de automóveis, mas também de tecnologia.

A referida companhia, que carrega uma bonita homenagem ao inventor austríaco naturalizado norte-americano, Nikola Tesla, vem ganhando cada vez mais destaque, por sua inovação numa indústria que parou no tempo, a automobilística. Dizem que um dos campos que Jobs queria inovar era exatamente o do automóvel. Existem rumores que a Apple tentou adquirir a Tesla Motors, mas sem sucesso.

Como uma marca de automóveis, que desenvolve e vende veículos elétricos de alta performance, a Tesla possui uma diversificação de outros produtos, serviços relacionados a sua cadeia de produção. Esse leque compreende baterias de alto rendimento, energia solar, e até software voltado para os seus produtos. E em termos de aplicativo eles há pouco tempo fizeram a demonstração de um feito especialmente para o Apple Watch, algo que seria digno de um filme de ficção científica, trata-se da da interação entre o Apple Watch e o Tesla Model S.

Confira o vídeo abaixo, melhor que isso só ao vivo: