Agora é oficial, Apple Music é um Epic Fail

Depois de muita especulação a Apple finalmente divulgou o seu serviço de streaming musical, e foi na conferência dos desenvolvedores que ela mostrou as cartas escondidas nas mangas… Pena que era tudo bufeira, não tinha nem um 7 de copas na manga.

O nome escolhido para o streaming musical da Maçã foi Apple Music. Alguns podem pensar que a gestão Cook quer aposentar os “is” pelos “Apples”, no batizado dos nomes dos novos produtos, assim como fez com o Apple Watch.

Independentemente de nomes, o que interessa é o fiasco melancólico desse streaming, pois é assim que nós já consideramos o referido lançamento da Apple. Como se sabe o mercado de streaming já está bem saturado de competidores, que estão estudando e se adaptando no segmento há mais tempo que a Maçã. Tudo bem que ainda existe espaço pra crescer.

O Spotify por exemplo tem um grande trunfo na mão, o seu pacote gratuito, os algoritmos que auxiliam o usuário em escolher músicas mais adequadas ao seu perfil e uma interface bem agradável, intuitiva e completa, eles desenvolveram soluções bem lapidadas ao mercado e por isso o verdinho está cada dia mais no gosto popular.

Na apresentação de hoje o pessoal de Cupertino teve a ousadia de chamar a criação de sua rádio algo “huge”, grande. Eles falaram desse novo serviço de música como se fosse uma inovação. Entretanto, apelar para a criação de uma rádio e dizer que o gosto musical de seus responsáveis é o melhor, foi além de outros erros uma suprema arrogância. Quer dizer que a rádio global do planeta terá participação de apenas três cidades, Londres, Los Angeles e Nova Iorque? Isso é uma rádio global? E quanto aos gêneros? Quem os ditará? A Apple também?

Fica cada vez mais no ar que o dinheiro investido na compra da Beats foi uma das maiores queimas financeiras de todos os tempos na história do Loop Infinito. Foram despejados 3 bilhões de dólares para uns fones de ouvidos caros e um serviço musical que é um retorno ao passado jamais pode ser chamado de bom investimento, haja ralo pra escoar tudo isso.

A única razão para não estar tudo perdido ainda é que estamos falando da Apple, a empresa com o maior caixa livre do planeta, e que possui mais de 800 milhões de vale cards, então mesmo sendo um possível fracasso épico, o Apple Music tem muita bala na agulha pra tentar acertar.

Anúncios

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s