Lamarck, evolução e a digitação em um iPhone

De acordo com uma pesquisa dirigida por um grupo de cientistas alemães a digitação em smartphones exige mais atividade cerebral e está moldando o ser humano.

O estudo feito pelo Instituto de Neuroinformática da Universidade de Zurique analisou as reações de um grupo de voluntários e concluiu que a utilização intensa de certos tipos de telefones celulares está provocando uma alteração no cérebro dos usuários em decorrência da adaptação à nova atividade motora. É uma percepção comum que as novas gerações parecem cada vez mais inteligentes e mais familiarizadas com a tecnologia. O simples toque em telas recheadas de cores e informações realmente trabalha e desenvolve o cérebro.

O simples toque numa tela demanda uma interação distinta de quando fazíamos isso num teclado físico, exige um esforço maior de concentração da pessoa usuária, uma vez que não temos a reposta tátil para guiar os nossos dedos na tecla correta. Essa é a conclusão leiga, mas os estudos impulsionados pela Alemanha alcançaram muito além, dados científicos e progressões mais sérias a respeito do tema.

O teste de EEG monitorou os impulsos elétricos trocados entre o cérebro e as mãos dos indivíduos através dos nervos. A atividade foi analisada por diversos eletrodos colocados no couro cabeludo de cada voluntário, capazes de captar esta troca de mensagens na forma sensorial. A partir dessas informações, os pesquisadores puderam criar um “mapa” que indica a porção do tecido cerebral dedicada à operação de uma determinada parte do corpo.

O Dr. Arko Ghosh, o autor do estudo, ficou impressionado com os resultados da pesquisa e com a dimensão do impacto do simples uso dos smartphones, ” “À primeira vista, esta descoberta parece comparável ao que acontece em violinistas”, disse ele. Os pesquisadores foram capazes de tirar duas conclusões: Em primeiro lugar, o tempo que os usuários tem os smartphones e usaram o dispositivo não faz diferença.

No caso de violinistas, no entanto, a atividade no cérebro depende da idade em que eles começaram a tocar. Em segundo lugar, existe uma ligação linear entre a ativação no cérebro e a mais recente utilização de um aparelho, enquanto não houve evidência disso para os violinistas em estudos anteriores, os pesquisadores observou. “A tecnologia digital que usamos diariamente molda o processamento sensorial em nossos cérebros – e em uma escala que nos surpreendeu”, disse Gosh. “I was really surprised by the scale of the changes introduced by the use of smartphones.”

Apesar desse assunto estar sendo coberto num blog de fanboy a magnitude dessa conclusão beira proporções apavorantes, pois se as consequências do simples uso de um celular já provocam isso, procure imaginar o que será do futuro se somarmos todos os hábitos da pessoa humana moderna.

[OPINIÃO] Não é a intenção aqui discutir Lamarck versus Darwin, pois entre eles não existe perdedor, tudo bem que a história e o atual estágio da ciência ainda não fez justiça ao primeiro; mas nos parece razoável que Lamarck também estava certo.É ipso facto oculi solem que em algum lugar se armazena diversas informações que são repassadas hereditariamente. Vivemos e morremos sob a égide desse dualismo evolutivo. Não defendemos uma teoria literal de Lamarck, apenas que a mudança poderia ser inserida em gerações futuras como resposta ao ambiente. Ninguém nega que a cada geração os bebês parecem estar cada vez mais “familiarizados” com a tecnologia, né?

Esse estudo é uma constatação sobremaneira interessante, pois a nossa genética está sendo esculpida com a tecnologia e existe um profundo envolvimento cerebral nessas interações. Os smartphones são pequenas peças desse quebra-cabeça evolutivo, mas existem outras dezenas de invenções que revolucionaram a vida moderna, com as quais também ocorre interações cerebrais intensas e rotineiras. Dirigir um carro, assistir a uma televisão, cinema, ouvir música, ler livros em telas, games eletrônicos, uso de computadores…

No que estamos nos transformando? Alguns Trekkers diriam, borgs.

Fonte: Mail Online

Anúncios

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s