Pessoa devolve iPhone 6 entregue por engano

A honestidade, do termo latim honestĭtas, é a qualidade do que é honesto. Portanto, a palavra faz referência àquele ou àquela que é decente, íntegro(a), recatado(a), reservado(a), razoável, justo(a), probo(a), recto(a) ou honrado(a), de acordo com o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Fonte: Conceito.de

Deus elaborou o lugar perfeito, a Terra Prometida, mas nela também colocou os brasileiros. Existem as mais diversas piadas para caracterizar a índole do nativo tupiniquim. Estamos a falar de um povo, generalizando, que adora tirar vantagem, joga  lixo na rua, não usa a palavra licença em hipótese alguma… etc. Sem tirar as virtudes, no Brasil tudo é bagunçado, principalmente a moral. E foi nesse cenário “Tropicaliente” que ocorreu um fato inusitado.

Caio, de Brasília, capital do Brasil, havia viajado aos Estados Unidos e comprou dois iPhones 6, um de 128GB de armazenamento, pra seu próprio uso, e outro de 64GB para a sua namorada. Ao retornar de viagem a sua namorada resolveu permanecer usando o iPhone 5S dela. Então ele anunciou o aparelho de 64GB à venda.

Numa segunda-feira surgiu o primeiro interessado, Ronaldo, ele manifestou a sua disposição para a compra, mas confessou que estava ainda com uma situação de incertezas, por isso combinou com o Caio para que este último não vendesse o aparelho pra ninguém sem antes de consultá-lo, até a quinta-feira seguinte. Durante esse interregno, devido ao preço bem atrativo, diversas pessoas foram entrando em contato com o Caio. Todos eram de regiões distantes do Brasil e queriam pagar imediatamente, e até mesmo ofereciam mais dinheiro, eles intentavam fechar o negócio primeiro.

Em todas as interações com esses outros interessados Caio se manteve firme ao pacto anteriormente avençado e explicou a eles, que ele apenas poderia vender o aparelho uma vez que o primeiro interessado desistisse manifestamente do negócio, ele estava preso em algo previamente acordado.

Na quinta-feira o negócio foi fechado com Ronaldo. E na sexta-feira, de noite, o mesmo Ronaldo liga para fazer uma reclamação:

– Caio, o aparelho tem um problema!

Assustado e preocupado, Caio respondeu com calma:

– Oi Ronaldo! Sério? O que está havendo com o aparelho? Vamos fazer o que precisar.

– Estou em posse de um iPhone 6 de 128GB, você me vendeu um iPhone 6 de 64GB. Como podemos resolver isso?

A tensão se transformou em alívio e enorme surpresa, Caio não fazia a mínima idéia que estava com o aparelho mais barato. Eles combinaram um novo local para retificar o erro, se encontraram novamente e destrocaram os aparelhos.

Caio agradeceu diversas vezes, presenteou Ronaldo com barras premium de whey protein e ofereceu ao seu novo amigo um desconto financeiro pelo transtorno. Ronaldo agradeceu e dispensou qualquer reparação monetária. Ele foi embora feliz apenas com as barras de whey protein rumo a sua academia de musculação.

A conduta correta de ambas as partes convergiu num desfecho bonito. O que mais impressiona é que caso o vendedor não tivesse honrado a sua parte na barganha sabe-se lá quando ele tomaria conhecimento que estava em posse do iPhone 6 errado. E será que ele teria conseguido recuperar o seu aparelho de 128GB?

Ao se viver num país no qual honestidade é um plus e que “achado não é roubado”, uma história como essa ganha contornos de sensação. Se encontrar um “iPhone dando sopa” pode ter certeza que tem uma pessoa como você sentindo falta, ou que ainda não sabe. Seja lá de qual nacionalidade você for. 😇

Anúncios

Deixe um Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s