[Review] Spotify testado e aprovado

Após tanta confabulação sobre a compra da Beats, pincelamos sobre um dos interesses da Apple, o serviço de streaming musical. De acordo com resultados financeiros, as vendas de música pela internet estagnaram e o streaming parece ser uma alternativa promissora. Nessa modalidade de serviço o consumidor desfruta de milhões de títulos sem pagar por cada um deles, o usuário paga tão somente para ouvir um conteúdo, sem ter o direito de armazená-lo pra si, o limite é o tímpano e a conexão com a internet.

O streaming ou fluxo “é uma forma de distribuição de dados, geralmente de multimedia em uma rede através de pacotes. É frequentemente utilizada para distribuir conteúdo multimédia através da Internet. Em streaming, as informações não são armazenadas pelo usuário em seu próprio computador não ocupando espaço no Disco Rigido (HD).” Fonte Wikipedia

Recentemente aterrissou no Brasil um concorrente da Pandora, Radio, o Spotity. Resolvemos testá-lo, na versão Mac e também no app para iPhone. Ambas as versões experimentadas são gratuitas, basicamente com as limitações de haver propagandas. Caso decida pagar a mensalidade os anúncios são retirados, é possível ouvir as canções offline, sem uso de internet, não tem propaganda, e algumas outras vantagens bem legais.

A qualidade do som pelo 3G e pela internet a cabo estava excelente, sem interrupções. O layout é muito atrativo, as músicas são bem organizadas, realmente é algo que surpreende. Esse post foi escrito ao som de funda da seleção de músicas entitulada “jantarzinho”. Existem várias outras temáticas bem interessantes, a pessoa usuária também pode selecionar as músicas escolhendo diversas outras alternativas, até de acordo com o seu humor, o leque de opções é diversificado ao cubo.

É tanta música que a pessoa pode ficar meio perdida. Existem outros serviços similares, veja qual lhe “apetece” mais, experimente o Spotify e faça o seu comentário.

Link para baixar a versão do Mac:

Link para baixar a versão PC Windows:

Link para baixar a versão para iPhone:

Anúncios

Banner do iOS 8 e entrevista completa do Recode

Antônio Conselheiro, “o sertão vai virar mar e o mar vai virar sertão.” via 9tomac

Prepare-se para o dia 2 de julho, 14 horas (horário de Brasília -3GMT) grandes novidades na WWDC, esperamos. Acima visualizamos uma referência ao iOS 8.0. Um oceano de cabeça pra baixo… Será que a fotografia carrega alguma mensagem nas entrelinhas? O novo iOS vai revirar tudo que já fizeram até aqui? Foto Jay Yarrow

Infelizmente, em termos de iOS os especialistas apostam em pequenas mudanças, nada muito significativo, apenas uma lapidada no que existe. Entretanto, para o OSX acredita-se que a transformação seja equivalente ao que foi a do iOS 7 no ano passado.

Enquanto não chega a hora do aguardado keynote, curta a entrevista completa, em inglês, de Cue e lovine, o primeiro vice-presidente de software da Apple e o último um dos fundadores da Beats, ao Recode:

http://player.theplatform.com/p/PhfuRC/vNP4WUiQeJFa/select/1xfsW_4SZAHP?width=640&height=360

Apple, Neymar e Beats

No comunicado, que oficializou para a imprensa a compra da Beats, a Apple enumerou diversas qualidades da companhia adquirida. Entre tantas palavras elogiosas a Maçã citou que os fones de ouvidos da B eram apreciados e usados por esportistas renomados, entre os poucos citados destacou-se o nome de Neymar.

“In just five years since launch, the Beats “b” has become the brand of choice in the music and sports worlds, and is the market leader in the premium headphone market. Music superstars including Lady Gaga, Lil Wayne and Nicki Minaj have designed their own customized Beats headphones and speakers. Fashion designers and street artists such as Alexander Wang, Futura and Snarkitecture have collaborated on special limited products, while renowned athletes including LeBron James, Serena Williams and Neymar use Beats as a critical part of their training and game day process. Beats has quickly become part of pop culture in the US and with the acquisition the Beats product lineup will be offered in many more countries through the Apple Online Store, Apple’s retail stores and select Apple Authorized Resellers.”

“Em apenas cinco anos, desde o lançamento, a Beats “B” tornou-se a marca predileta na música e no mundo dos esportes, e é líder no mercado de fones de ouvido premium. Superstars da música, incluindo Lady Gaga, Lil Wayne e Nicki Minaj personalizaram seus próprios fones de ouvido e alto-falantes. Designers de moda e artistas de rua, como Alexander Wang, Futura e Snarkitecture têm colaborado em produtos edição limitada, enquanto os atletas de renome, incluindo LeBron James, Serena Williams e Neymar usam Beats como uma parte crítica de seu treinamento e seu processo de aperfeiçoamento diário. Beats rapidamente se tornou parte da cultura pop nos EUA e com a aquisição da linha da linha Beats o produto será oferecido em muitos outros países através da Apple Online Store, lojas de varejo da Apple e nos seletos Revendedores Apple Autorizados. “

É oficial, a Beats foi comprada pela Apple

Deixa de ser rumor e torna-se fato, a compra da Beats é oficial e já está na página de imprensa da Apple, veja o link.

O valor diminuiu, a compra foi concretizada no valor de 3 bilhões de dólares. Cupertino pagará 2.6 em “cash” e o restante em ações. Nessa transação a Maçã vai adquirir o serviço de música e a fabricação dos produtos Beats, bem como lovine e Dr. Dre que passam a trabalhar para a empresa do Vale do Silício.

De acordo com o biógrafo oficial de Steve Jobs, a aquisição tem como razão futuros segmentos que a Apple pretende investir, vídeos; essa compra não foi motivada tão somente pelo segmento musical. Ainda na lógica dele, lovine e Dr. Dre compõe peça chave para os futuros planos do Mr. Cook.

“Music is such an important part of all of our lives and holds a special place within our hearts at Apple,” said Tim Cook, Apple’s CEO. “That’s why we have kept investing in music and are bringing together these extraordinary teams so we can continue to create the most innovative music products and services in the world.”

“I’ve always known in my heart that Beats belonged with Apple,” said Jimmy Iovine. “The idea when we started the company was inspired by Apple’s unmatched ability to marry culture and technology. Apple’s deep commitment to music fans, artists, songwriters and the music industry is something special.”

Dr. Dre agora poderá tomar outro porre, dessa vez mais tranquilo, ele realmente vai ser o primeiro “hip hopper” bilionário da história. É o apogeu da cultura “hip hop”, que nasceu nos anos de 1970, em regiões de baixa renda de Nova Iorque, especialmente o Bronx, como um movimento “underground”. Seria mais ou menos como se fosse o primeiro bilionário “funkeiro”, em termos de Brasil.

Estão todos rindo a toa, veremos o que o futuro reserva não apenas à Apple, mas principalmente aos seus consumidores.

Jimmy lovine, Tim Cook, Dr. Dre e Eddy Cue na sede da Apple

E você, o que achou de tantos sorrisos! Quem ali tem mais motivo pra sorrir?

Fonte: cultofmac

iWatch vai parecer um relógio

A afirmação do título parece meio redundante, mas ventilaram pela internet tantos conceitos exóticos, que a ideia que passava era que o iWatch seria algo diferente de um tradicional relógio de pulso.

Esqueçam todos os conceitos futurísticos e descolados que viram até agora! O iWatch vai, de acordo com fontes quentes, parecer um relógio… O analista Brian Blair da Rosenblatt Securities acabou de retornar de uma viagem à Taiwan e tem novidades sobre o assunto. De acordo com as fontes dele, o iWatch vai ser circular… Já tem gente apostando que o visual será semelhante ao do relógio da Motorola, que foi comprada pela Lenovo.

Brian espera serem vendidas entre 18 e 21 milhões de unidades. A Apple deverá disponibilizar no mercado uma versão masculina e uma feminina. Esses analista nunca acertam no número das vendas, pois o que ocorre é sempre a falta de produto diante da demanda bem superior. A possibilidade desse rumor ter um fundo verdadeiro se baseia no fato das fontes de Brian integrarem a cadeia de fabricação do iWatch.

Muito se falou sobre o uso de telas curvas, mas esse conceito parece tão simples que surgem dúvidas agora se usarão tela curva no iWatch…. E você, o que acha do iWatch parecer um relógio convencional?

Fonte: Business Insider